ler mais...
08 Novembro 2009

“Um jogador que não treine em condições de torneio terá sempre mais dificuldades em desenvolver o seu jogo. Uma coisa é trabalhar no driving range, outra é submeter-nos ao calor da competição”, diz Daniel Silva, primeiro português a vencer no European Tour (Jersey European Airways Open 1992). Pois foi precisamente essa a ideia que presidiu à criação do novo Iberian Golf Tour, com arranque marcado para o próximo dia 29, em Castro Marim. Organizado pela promotora portuguesa IberChallenge, e de resto já apadrinhado pelo European Tour, é o quinto circuito satélite a nascer na Europa, num leque que compreende o Euro Pro Tour (Reino Unido), a Nordic League (Escandinávia), o EDP Tour (Alemanha) e o Alps Tour (países alpinos). As inscrições (www.igtour.net) já estão abertas, tanto para profissionais portugueses como estrangeiros – e a expectativa da organização é que alguns dos mais de 400 jogadores que serão excluídos do European Tour e do Challenge Tour, ao final da segunda fase da Qualifying School que se conclui dia 26, possam vir a aderir .

“É uma ideia antiga, que nasceu da necessidade de proporcionar um tour competitivo aos profissionais portugueses”, diz Pedro Silva, proprietário da IberChallenge e director do novo circuito. “Entretanto, decidimos alargar o âmbito geográfico da iniciativa. E a verdade é que, apesar da crise internacional, a receptividade tem sido excelente, tanto da parte dos jogadores como da parte dos parceiros que tínhamos em perspectiva.” O circuito começa com um total de 13 torneios, todos a realizar entre o Algarve e a Andaluzia (ver quadro em anexo), mas cultiva a esperança de conseguir alargar-se ainda este Inverno a mais duas séries, uma a realizar entre Lisboa e a região Centro (Abril) e outra entre o Porto e a região Norte (Maio). A ideia é, dentro de dois ou três anos, contar já com 25 torneios anuais. A agenda será sempre programada por séries, com apenas dois dias de paragem entre eventos: o primeiro para a resolução de campeonatos prejudicados pelo mau tempo (ou, no caso de não haver pro-am, para o simples descanso) e o segundo para a ronda de treino no campo seguinte.
Todos os eventos serão realizados ao longo de 54 buracos, sem cut. Os prémios monetários não são milionários, mas o objectivo também não é esse. Interessados em fomentar a circulação de golfistas no Algarve, na Andaluzia e na Península Ibérica em geral durante a época baixa, com claras vantagens para a indústrias hoteleiras portuguesa e espanhola, a IberChallenge e os seus parceiros acenam sobretudo com uma oportunidade de treino de competição em época vagamente off season, com condições de torneio profissional e (desejavelmente) boa competitividade pelos primeiros lugares. “Estou neste momento a estudar a minha agenda para 2010”, diz José-Filipe, o principal jogador português do momento, segundo classificado do Challenge Tour e já com cartão assegurado para o European Tour de 2010. “Mas é seguro que venho jogar o circuito. O formato compacto das séries e a qualidade dos pacotes de viagens e estadias é excelente. Tenho a certeza de que muita gente se vai juntar a mim.” O clima, a hospitalidade, a segurança e a qualidade dos campos de golfe são há muito atributos reconhecidos do golfe português, múltiplas vezes galardoado e com um contributo anual de cerca de dois mil milhões de euros para o Produto Interno Bruto.
Para já, não são muitos os inscritos. A notícia é recente, a Qualifying School ainda não acabou – e, para além disso, muitos profissionais portugueses (por exemplo) vêm perdendo ritmo e interesse competitivos de há alguns anos a esta parte, em resultado da crescente escassez de provas à sua medida. Pedro Silva espera, no entanto, que no dia 29 haja já entre 60 e 70 jogadores para alinhar à partida do I Castro Marim IGT Open, marcado para o Castro Marim Golfe. “Vamos oferecer a quota anual à maior parte dos jogadores portugueses, que assim apenas terão de pagar as inscrições em cada torneio. E estamos confiantes de que outros jogadores europeus, incluindo do Centro e do Norte do continente, aderirão também”, diz. António Sobrinho, dez vezes campeão nacional e um dos jogadores que já se juntaram à iniciativa, garante que os colegas estrangeiros não se sentirão defraudados. “Portugal, e o Algarve em particular, é um dos melhores destinos de golfe do mundo. Quando no Norte da Europa há neve, aqui, muitas vezes, nem sequer há frio ou chuva. É um excelente local para treinar – e, se não o sabe ainda, toda a gente o vai perceber depressa.”
O circuito está aberto a jogadores profissionais de todas as categorias (incluindo senhoras e seniores) e a amadores com handicap até 2.0. Para participar, os golfistas terão de pagar algo entre os € 252 e os € 350 por torneio, consoante sejam ou não membros oficiais do circuito. A quota anual de membro custa € 200. “Queremos reduzir os custos dos jogadores ao mínimo”, assegura Pedro Silva. Seis campos portugueses, dois campos espanhóis e as empresas Hotel Alcazar-Monte Gordo, Golf Algarve Magazine, Flavour Productions e Triplesky Design Studio são os primeiros parceiros garantidos. Em estudo está a possibilidade de seduzir uma lista de patrocinadores com dimensão suficiente para aumentar significativamente os montantes dos prémios em jogo. Para já, e ao longo desta primeira fase, a lógica será a do pay-and-play, modelo muito em voga nos EUA. Os prémios monetários, que contemplarão os primeiros 30, 35 ou 40 classificados de cada evento (consoante a dimensão do field), serão pagos no último dia de cada torneio, o mais tardar uma hora a seguir à entrega dos troféus. Uma percentagem (ainda não divulgada) das receitas reverterá para a Fundação Bomfim, uma organização humanitária a operar nas áreas mais remotas de Angola.

 

 

ALGARVE, ANDALUZIA E NÃO SÓ

O novo Iberian Golf Tour arranca com 13 eventos distribuídos por três séries. Dentro de cada uma delas, há apenas dois dias de descanso entre torneios. Em estudo estão mais duas séries, eventualmente com arranque já esta temporada: uma entre Lisboa e a região Centro, em Abril de 2010, e outra entre o Porto e a região Norte, em Maio. A ideia é, num futuro breve, dispor de um circuito anual com um total de 25 torneios ao longo da época baixa. O primeiro evento é já dia 29, em Castro Marim.

SÉRIE 1 (29 DE NOVEMBRO A 13 DE DEZEMBRO DE2009)

1. Castro Marim IGT Open
Castro Marim Golfe
VOLTA DE TREINO: 29 de Novembro
DIAS DE TORNEIO: 30 de Novembro a 2 de Dezembro
LOCALIDADE: Castro Marim, Algarve, Portugal

2. Esuri IGT Classic
Esuri Golf Field
VOLTA DE TREINO: 4 de Dezembro
DIAS DE TORNEIO: 5 a 7 de Dezembro
LOCALIDADE: Ayamonte, Andaluzia, Spain

3. Quinta do Vale IGT Series Final
Quinta do Vale
VOLTA DE TREINO: 9 de Dezembro
DIAS DE TORNEIO: 10 a 12 de Dezembro (Pro-Am a 13 de Dezembro)
LOCALIDADE: Castro Marim, Algarve, Portugal

 

SÉRIE 2 (13 DE JANEIRO A 6 DE FEVEREIRO DE 2010)

4. Pestana Vale da Pinta IGT Open
Vale da Pinta
VOLTA DE TREINO: 13 de Janeiro
DIAS DE TORNEIO: 14 a 16 de Janeiro
LOCALIDADE: Carvoeiro, Algarve, Portugal

5. Pestana Gramacho IGT Classic
Pestana Gramacho
VOLTA DE TREINO: 18 de Janeiro
DIAS DE TORNEIO: 19 a 21 de Janeiro
LOCALIDADE: Carvoeiro, Algarve, Portugal

6. Pestana Silves IGT Challenge
Pestana Silves
VOLTA DE TREINO: 23 de Janeiro
DIAS DE TORNEIO: 24 a 26 de Janeiro
LOCALIDADE: Silves, Algarve, Portugal

7. Pestana Alto IGT Championship
Pestana Alto Golf
VOLTA DE TREINO: 28 de Janeiro
DIAS DE TORNEIO: 29 a 31 de Janeiro
LOCALIDADE: Carvoeiro, Algarve, Portugal

8. Pestana Vale da Pinta IGT Series Final
Vale da Pinta
VOLTA DE TREINO: 2 de Fevereiro
DIAS DE TORNEIO: 3 a 5 de Fevereiro (Pro-Am a 6 de Fevereiro)
LOCALIDADE: Carvoeiro, Algarve, Portugal

 

SÉRIE 3 (18 DE FEVEREIRO A 14 DE MARÇO)

9. Quinta do Vale IGT Open
Quinta do Vale
VOLTA DE TREINO: 18 de Fevereiro
DIAS DE TORNEIO: 19 a 21 de Fevereiro
LOCALIDADE: Castro Marim, Algarve, Portugal

10. Castro Marim IGT Classic
Castro Marim Golfe
VOLTA DE TREINO: 23 de Fevereiro
DIAS DE TORNEIO: 24 a 26 de Fevereiro
LOCALIDADE: Castro Marim, Algarve, Portugal

11. El Rompido Norte/Sur IGT Challenge
Esuri Golf Field
VOLTA DE TREINO: 28 de Fevereiro
DIAS DE TORNEIO: 1 a 3 de Março
LOCALIDADE: Huelva, Andaluzia, Spain

12. Esuri East IGT Championship
El Rompido Sur Golf Field
VOLTA DE TREINO: 5 de Março
DIAS DE TORNEIO: 6 a 8 de Março
LOCALIDADE: Ayamonte, Andaluzia, Spain

13. Esuri West IGT Series Final
El Rompido Norte Golf Field
VOLTA DE TREINO: 10 de Março
DIAS DE TORNEIO: 11 a 13 de Março (Pro-Am a 14 de Março)
LOCALIDADE: Ayamonte, Andaluzia, Spain


COM OS OLHOS NO FUTURO

O prize money de cada torneio será determinado pela dimensão do field. Os prémios não serão milionários, mas o objectivo é sobretudo formar jogadores, proporcionando-lhes uma oportunidade de treino regular, em época baixa, com condições de torneio. A entrada em cena de novos patrocinadores, de qualquer forma, poderá vir a aumentar os montantes. A ideia é, dentro de dois a três anos, estar ao nível dos outros quatro circuitos satélites europeus: Euro Pro Tour, Nordic League, EPD Tour e Alps Tour.

Pos/Prize

€ 10.000,00 € 12.500,00 € 15.000,00 € 17.500,00 € 20.000,00 € 22.500,00
1ª € 1.690 € 2.075 € 2.475 € 2,888 € 3.300 € 3.712
2ª € 975 € 1.200 € 1.425 € 1.662 € 1.900 € 2.137
3ª € 575 € 700 € 825 € 962 € 1.100 € 1.237
4ª € 520 € 635 € 747 € 872 € 996 € 1.120
5ª € 476 € 575 € 677 € 790 € 902 € 1.014
6ª € 436 € 525 € 616 € 719 € 822 € 925
7ª € 410 € 492 € 578 € 674 € 770 € 866
8ª € 385 € 462 € 540 € 630 € 720 € 810
9ª € 361 € 432 € 504 € 588 € 672 € 756
10ª € 337 € 413 € 468 € 546 € 624 € 702
11ª € 314 € 373 € 433 € 506 € 578 € 650
12ª € 292 € 345 € 400 € 468 € 534 € 600
13ª € 272 € 320 € 371 € 432 € 494 € 555
14ª € 253 € 297 € 342 € 399 € 456 € 513
15ª € 235 € 275 € 315 € 368 € 420 € 472
16ª € 220 € 255 € 293 € 314 € 390 € 438
17ª € 209 € 242 € 276 € 322 € 368 € 414
18ª € 199 € 230 € 261 € 304 € 348 € 391
19ª € 190 € 218 € 247 € 288 € 330 € 371
20ª € 181 € 207 € 234 € 274 € 312 € 351
21ª € 174 € 198 € 224 € 261 € 298 € 335
22ª € 167 € 190 € 213 € 249 € 284 € 320
23ª € 161 € 182 € 204 € 238 € 272 € 306
24ª € 155 € 175 € 195 € 227 € 260 € 292
25ª € 149 € 167 € 186 € 217 € 248 € 279
26ª € 143 € 160 € 177 € 207 € 236 € 265
27ª € 137 € 152 € 168 € 196 € 224 € 252
28ª € 132 € 145 € 160 € 188 € 214 € 241
29ª € 127 € 140 € 153 € 178 € 204 € 230
30ª € 125 € 135 € 146 € 170 € 194 € 219
31ª           € 127 € 138 € 161 € 184 € 207
32ª           € 122 € 132 € 154 € 176 € 198
33ª           € 117 € 126 € 147 € 168 € 189
34ª           € 112 € 120 € 140 € 160 € 180
35ª           € 107 € 114 € 133 € 152 € 171
36ª                     € 110 € 128 € 146 € 164
37ª                     € 106 € 124 € 142 € 160
38ª                     € 103 € 120 € 138 € 155
39ª                     € 101 € 117 € 134 € 150
40ª                     € 100 € 115 € 130 € 147

FEATURE. J, 8 de Novembro de 2009

publicado por JN às 21:32
tags:

pesquisar neste blog
 
joel neto

Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974. Publicou “O Terceiro Servo” (romance, 2000), "O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002), “Al-Jazeera, Meu Amor” (crónicas, 2003) e “José Mourinho, O Vencedor” (biografia, 2004). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista, tem trabalhado... (saber mais)
nas redes sociais

livros

"O Terceiro Servo",
ROMANCE,
Editorial Presença,
2000
saber mais...


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
saber mais...


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
saber mais...


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicaçõets Dom Quixote,
2004
saber mais...


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
saber mais...


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
saber mais...

arquivos
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D